Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Hamas saúda parlamento iraquiano por criminalizar normalização com Israel

Projeto de lei iraquiano que proíbe normalização com Israel

O Hamas enalteceu o voto favorável do parlamento iraquiano para criminalizar a normalização com Israel, após uma primeira leitura em plenário nesta quarta-feira (11).

Em nota compartilhada com a rede Quds Press, afirmou o Hamas: “A decisão manifesta o apoio sincero do povo iraquiano e sua notória posição histórica em solidariedade aos palestinos e sua justa causa nacional”.

O movimento palestino, radicado na Faixa de Gaza, exaltou ainda toda e qualquer posição que repudie “a normalização das relações com nosso inimigo em comum, que ameaça a segurança, estabilidade e capacidade regional”.

Em seguida, o Hamas reafirmou seu apelo para que “todos os parlamentos no mundo árabe e islâmico sigam os nobres passos [do congresso iraquiano] e defiram legislações similares para proibir todas as formas de normalização com a usurpadora entidade sionista”.

Na noite de quarta-feira, o parlamento em Bagdá realizou uma sessão para discutir um projeto de lei cujo objetivo é proibir a normalização com Tel Aviv. O Iraque não tem qualquer laço com a ocupação e a maior parte das forças políticas recusam chamados por normalização.

Jordânia e Egito possuem relações diplomáticas com Israel. Mais recentemente, juntaram-se a ambos Emirados Árabes Unidos, Marrocos, Bahrein e Sudão.

LEIA: ‘Jerusalém continuará a ser o pivô da luta de libertação’, afirma Hamas

Categorias
IraqueIsraelNotíciaOriente MédioPalestinaVídeos & Fotojornalismo
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments