Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

AP pede à comunidade internacional para sancionar assentamentos de Israel

Veículo vandalizado por extremistas judeus em al-Bireh, na Cisjordânia ocupada, 9 de novembro de 2021 [Issam Rimawi/Agência Anadolu]

Nesta quarta-feira (24), a Autoridade Palestina (AP) exortou a comunidade internacional a colocar os assentamentos israelenses em sua lista de sanções e designar grupos armados de colonos ilegais como organizações terroristas.

Em nota, a chancelaria palestina condenou uma agressão de “colonos terroristas”, perpetrada ontem, que deixou três palestinos feridos — uma das vítimas, em estado grave.

Extremistas judeus causaram um acidente ao atirar pedras contra um veículo palestino.

“Tais ataques, conduzidos por milícias coloniais em toda a Cisjordânia ocupada, devem ser condenados”, declarou o ministério.

LEIA: Violência colonial é ‘ferramenta informal’ para expulsar palestinos, alerta B’Tselem

O comunicado mencionou ainda o ataque contra a família Dawabsheh, em Duma, Cisjordânia ocupada, quando colonos incendiaram uma casa e mataram três pessoas: os pais e um bebê de 18 meses. O único sobrevivente, de então quatro anos, teve queimaduras graves.

A nota reafirmou que a Autoridade Palestina responsabiliza o governo israelense pelos ataques de colonos ilegais, cada vez mais cotidianos. Segundo denúncias, os agressores têm apoio e mesmo escolta de autoridades e políticos da ocupação israelense.

Categorias
IsraelNotíciaOriente MédioPalestina
Show Comments
Show Comments