Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Líder do Hezbollah anuncia terceiro navio de petróleo do Irã a navegar para o Líbano

A imagem mostra o superpetroleiro iraniano Grace 1 na costa de Gibraltar, em 15 de agosto de 2019 [Jorge Guerrero/AFP via Getty Images]

O secretário-geral do Hezbollah libanês, Hassan Nasrallah, revelou na sexta-feira um acordo com o Irã para começar a carregar um terceiro navio de derivados de petróleo para navegar para o Líbano.

Isso aconteceu em um discurso transmitido pela televisão por Nasrallah no quarto aniversário da Segunda Libertação, que foi transmitido por alguns canais libaneses, incluindo o canal de TV pró-Hezbollah Al-Manar.

Nasrallah afirmou:

Combinamos com os iranianos começar a carregar um terceiro navio de derivados de petróleo com destino ao Líbano. Precisamos de mais de três navios para enfrentar a próxima fase.

Em 19 de agosto, Nasrallah confirmou que um navio de combustível iraniano estava a caminho de seu país e, então, em 22 de agosto, anunciou que um segundo navio de petróleo zarparia para o Líbano em poucos dias, e outros navios o seguiriam.

Até o momento, o lado libanês não anunciou a chegada de nenhum navio vindo do Irã, e o governo não fez nenhum comentário oficial sobre os embarques de petróleo iraniano, o local para descarregar a carga ou quem se beneficiaria com isso.

O Líbano vem sofrendo uma grave escassez de combustível há mais de dois meses devido à falta de moeda estrangeira suficiente para importá-lo.

Em seu discurso, Nasrallah destacou a importância de “formar um governo o mais rápido possível para começar a buscar soluções para as crises em curso”.

Em 26 de julho, o presidente, Michel Aoun, encarregou Najib Mikati de formar um novo governo para suceder ao governo provisório, que renunciou seis dias após a explosão do Porto de Beirute em 4 de agosto de 2020. As consultas ainda estão em andamento entre as partes interessadas para chegar a um acordo sobre uma formação de governo.

LEIA: Abastecimento de água no Líbano é cortado à medida que a escassez de combustível continua

Categorias
IrãLíbanoNotíciaOriente Médio
Show Comments
Show Comments