Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Juristas internacionais pedem fim das execuções políticas no Egito

Protesto contra Sisi em 3 de junho de 2015 perto da Embaixada do Egito em Berlim. [Odd Andersen/ AFP via Getty Images]

A Comissão Internacional de Juristas pediu uma ação imediata para impedir as execuções por motivos políticos no Egito, considerando-as inválidas devido à falta de julgamentos justos.

Em uma declaração publicada em 29 de junho, a comissão disse: “Pedimos especificamente à comunidade internacional que peça o fim imediato das execuções no país, em particular das execuções iminentes de 12 homens condenados em um julgamento em massa por motivos políticos”

Em 14 de junho, o tribunal de apelação do Egito manteve a pena de morte para 12 membros da Irmandade Muçulmana condenados no caso de Rabaa, após a derrubada do primeiro presidente democraticamente eleito do país, Mohamed Morsi.

“Os 12 homens que agora enfrentam execução iminente foram condenados à morte em um julgamento em massa de 739 réus. Entendemos que nenhuma evidência individualizada foi apresentada em qualquer momento e a defesa não teve a oportunidade de defender clientes individuais”, continuou o comunicado. “Os 12 homens agora em risco de execução iminente.”

“Essas sentenças são o mais recente desenvolvimento na escalada da crise da pena de morte no Egito, detalhada em relatórios recentes de várias organizações da sociedade civil, incluindo Reprieve e Anistia Internacional“, acrescentou.

Signatários, incluindo Reprieve, Democracia no Mundo Árabe Agora (DAWN) e Human Rights Watch (HRW), acrescentaram: “A intervenção internacional pode salvar vidas.”

Instando a comunidade internacional a “pedir às autoridades egípcias que acabem imediatamente com o uso de julgamentos em massa, que violam as garantias de julgamento justo e devido processo consagrado no Artigo 14 do Pacto Internacional sobre Direitos Civis e Políticos”.

LEIA: Egito mantém onda de execuções, com impunidade

Categorias
ÁfricaEgitoHRWNotíciaOrganizações Internacionais
Show Comments
Show Comments