Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Prefeito israelense e extremistas judeus invadem escola árabe em Lod

O prefeito israelense da cidade de Lod, Yair Revivo [Wikipedia]

O prefeito israelense da cidade de Lod, Yair Revivo, juntamente com membros do movimento religioso nacionalista conhecido como o Núcleo da Torá invadiu ontem uma escola primária árabe na cidade em um esforço para confiscar seu playground e incluí-la nos terrenos de uma escola judaica, informou o Arab48. A ação foi realizada sob a total proteção da polícia israelense.

Cidadãos árabes de Lod disseram que o município decidiu recentemente confiscar o pátio da escola primária Al-Razi para construir uma escola militar judaica. A invasão veio depois que vários ativistas árabes e residentes em Lod plantaram árvores no pátio.

“Ficamos surpresos quando as forças policiais chegaram à escola, acompanhadas pelo prefeito e pelos extremistas do Núcleo da Torá. A cena não foi confortável para nós e para os estudantes, que têm vivido com medo como resultado de eventos recentes”, disse um professor da escola ao Arab48, em referência aos ataques e batidas policiais realizadas contra as casas de cidadãos palestinos de Israel no mês passado. “O município quer confiscar o pátio da escola em favor da escola judaica, mas os pais e ativistas estão agindo com pressa para protegê-la”.

Revivo, do partido Likud, é conhecido por seus laços estreitos com o Núcleo da Torá, que promove o que ele chama de “valores judaicos em cidades empobrecidas”. Ele incitou o ódio contra os cidadãos árabes de Israel, avançou com políticas discriminatórias e impulsionou o Núcleo da Torá.

LEIA: Israel adia apelo de famílias palestinas que estão sendo deslocadas de Jerusalém

Categorias
IsraelNotíciaOriente MédioPalestina
Show Comments
Show Comments