Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Travessia turca é ‘melhor para assistência à Síria’, afirma embaixadora dos EUA

Sírios passam pela travessia de fronteira de Cilvegozu (Turquia-Síria), em 31 de maio de 2019 [Cem Genco/Agência Anadolu]
Sírios passam pela travessia de fronteira de Cilvegozu (Turquia-Síria), em 31 de maio de 2019 [Cem Genco/Agência Anadolu]

Linda Thomas-Greenfield, embaixadora dos Estados Unidos na ONU, afirmou que a travessia de fronteira de Cilvegozu, entre Turquia e Síria, representa a melhor alternativa para ongs internacionais terem acesso humanitário ao país assolado pela guerra.

As informações são da emissora de televisão turca TRT World.

Ao conversar com jornalistas nesta quinta-feira (3), após sua visita a um centro de distribuição do Programa Alimentar Mundial (PAM) na província de Hatay, sul da Turquia, a diplomata reiterou que mais de 13 milhões de sírios ainda demandam ajuda humanitária.

“Tenho orgulho de anunciar que os Estados Unidos disponibilizaram US$200 milhões em recursos humanitários adicionais ao povo sírio”, afirmou Thomas-Greenfield, ao destacar que pacotes assistenciais, vacinas contra o covid-19 e recursos médicos são ainda necessários.

Em maio, Wendy Sherman, vice-secretária do Departamento de Estado dos Estados Unidos, expressou gratidão pelo apoio da Turquia aos refugiados da região.

A Síria é devastada por uma guerra civil desde o início de 2011, quando o regime do presidente Bashar al-Assad reprimiu violentamente manifestações pacíficas por democracia. Centenas de milhares foram mortos e milhões foram deslocados.

LEIA: O que vem depois da farsa eleitoral de Assad?

Categorias
Ásia & AméricasEUAEuropa & RússiaNotíciaOriente MédioSíriaTurquia
Show Comments
Show Comments