Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Conflitos no Oriente Médio e Norte da África são ‘focos de terrorismo’, afirma Rússia

Presidente da Rússia Vladimir Putin em Moscou, 24 de março de 2020 [Gabinete de Imprensa do Kremlin/Agência Anadolu]
Presidente da Rússia Vladimir Putin em Moscou, 24 de março de 2020 [Gabinete de Imprensa do Kremlin/Agência Anadolu]

O Presidente da Rússia Vladimir Putin afirmou ontem (10) que os conflitos na Líbia, Iêmen e Síria representam focos para propagar o terrorismo por toda a região do Oriente Médio e Norte da África e outras pontos críticos na arena internacional.

Durante cúpula anual da Organização de Cooperação de Xangai, o presidente russo alegou que a questão mais preocupante é a possibilidade de militantes deixarem a região a outros territórios, o que “aumentaria a intensidade de diversos conflitos”.

“Há ainda um grave caso de instabilidade no Oriente Médio e Norte da África, onde confrontos armados na Líbia, Iêmen e bolsões remanescentes na Síria constituem fontes para propagar o terrorismo, tráfico de drogas e armas”, prosseguiu Putin.

Sobre o acordo de cessar-fogo assinado entre Armênia e Azerbaijão, na segunda-feira (9), destacou Putin: “É verdade, para resolver conflitos tão complexos e arraigados é preciso buscar concessões, o que requer coragem daqueles que tomam as decisões.”

LEIA: Armênios invadem parlamento e lincham presidente após cessar-fogo com o Azerbaijão

O Primeiro-Ministro da Armênia Nikol Pashinyan anunciou a suspensão do conflito sobre a região disputada de Nagorno-Karabakh em postagem no Facebook, via assinatura de um acordo de cessar-fogo com Azerbaijão e Rússia.

Segundo o pacto de paz, combates e movimentação de ambos os lados devem ser interrompidos imediatamente e forças armênias devem recuar dos territórios reconhecidos internacionalmente como parte do Azerbaijão, até o prazo de 20 de novembro.

O corredor de Lachin, com cinco quilômetros de extensão, será ainda reaberto para facilitar a retirada e troca de soldados entre Nagorno-Karabakh e Armênia. Tropas de paz da Rússia protegerão o corredor por cinco anos e o governo azeri deve garantir salvo-conduto.

Armênia / Azerbaijão lutando contra a fúria - Charge [Sabaaneh / Monitor do Oriente]

Armênia / Azerbaijão lutando contra a fúria – Charge [Sabaaneh / Monitor do Oriente]

Categorias
ÁfricaArmêniaÁsia & AméricasAzerbaijãoChinaEuropa & RússiaLíbiaNotíciaOriente MédioRússia
Show Comments
Show Comments