Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Jordânia fornece luz a assentamentos ilegais israelenses, sob novo acordo

Obras de expansão de assentamentos ilegais israelenses na Cisjordânia ocupada, 28 de outubro de 2021 [AHMAD GHARABLI/AFP/Getty Images]

Israel, Jordânia e Emirados Árabes Unidos (EAU) devem assinar nesta segunda-feira (22) um novo acordo em Dubai, sob o qual uma fazenda de energia solar instalada no deserto jordaniano abastecerá Israel, em troca de recursos hídricos via dessalinização israelense.

De acordo com o site de notícias Walla, oficiais alegaram que o novo pacto representa o maior projeto de cooperação regional jamais firmado entre a ocupação e seus vizinhos.

O acordo, que será assinado na presença de um representante sênior dos Estados Unidos, sucede meses de negociações secretas entre os três países.

O pesquisador palestino Saleh al-Naami destacou que o pacto transformará o deserto jordaniano em uma base de apoio aos assentamentos ilegais israelenses, além de resultar no potencial envio de dejetos da ocupação ao território hachemita.

“O deserto meridional da Jordânia abrigará uma enorme usina solar para gerar eletricidade aos assentamentos israelenses no Negev e na Cisjordânia”, advertiu al-Naami.

“Parte da infraestrutura industrial israelense, que emite poluentes que afetam áreas densamente povoadas em Israel, será transferida ao deserto jordaniano, sob pretexto de criar empregos aos trabalhadores árabes”, acrescentou o pesquisador.

“Este plano prova que o regime jordaniano serve cada vez mais aos interesses de Israel”, concluiu al-Naami.

LEIA: Única usina de energia elétrica de Gaza sofre falta de combustível

Categorias
Ásia & AméricasEmirados Árabes UnidosEstados UnidosIsraelJordâniaNotíciaOriente MédioPalestina
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments