Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Pessoas por trás da violência em Beirute serão responsabilizadas, diz presidente do Líbano

O presidente do Líbano, Michel Aoun, dirige-se à nação a respeito dos tiroteios mortais em Beirute, Líbano, em 14 de outubro de 2021 [Presidência libanesa/Handout]

O presidente libanês Michel Aoun prometeu que os responsáveis pela violência que irrompeu nesta quinta-feira em Beirute serão responsabilizados, relatou a Reuters.

No discurso transmitido na televisão libanesa após os tiros que mataram seis pessoas, Aoun disse que era “inaceitável que as armas sejam mais uma vez o meio de comunicação entre os rivais libaneses”.

“Fiz contatos com as partes relevantes hoje para abordar o que aconteceu e, mais importante ainda, para garantir que isso não volte a acontecer.

“Não permitiremos que ninguém tome o país como refém de seus próprios interesses”.

De acordo com a agência de notícias, seis xiitas foram mortos a tiros em Beirute, em um ataque contra apoiadores do Hezbollah e seu aliado, o movimento Amal, que se reuniam para exigir a remoção do juiz que investigava a explosão que assolou o porto da cidade no ano passado.

LEIA: Quatro horas de violência e mortes em meio à crise sobre a explosão do Porto de Beirute

Categorias
LíbanoNotíciaOriente Médio
Show Comments
Show Comments