Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Movimento dos Não Alinhados contribui para a paz mundial e a justiça, diz presidente do Azerbaijão

Presidente do Azerbaijão, Ilham Aliyev, em 15 de fevereiro de 2020 [Christof Stache/AFP via Getty Images]
Presidente do Azerbaijão, Ilham Aliyev, em 15 de fevereiro de 2020 [Christof Stache/AFP via Getty Images]

O Movimento dos Não Alinhados (NAM, na sigla em inglês) está contribuindo para a paz mundial, justiça e solidariedade, disse o presidente do Azerbaijão na segunda-feira, quando o grupo comemora 60 anos.

O Movimento dos Não Alinhados se reuniu na capital da Sérvia, Belgrado, para uma reunião comemorativa de alto nível.

“O NAM desempenhou um papel importante na arena internacional com seus esforços dedicados em prol da paz, justiça e solidariedade globais”, disse Ilham Aliyev, o presidente do bloco, em seu discurso de abertura via videoconferência.

O Azerbaijão continuará trabalhando para aumentar a solidariedade dentro do movimento, o presidente prometeu.

“A violação da integridade territorial dos estados com o uso da força é totalmente inaceitável. O Azerbaijão apoia totalmente os princípios de soberania e integridade territorial de todos os países”, disse Aliyev.

LEIA: Acnur parabeniza a Turquia por seu trabalho com os refugiados

Aleksandar Vucic, o presidente da Sérvia que sedia o evento, disse que a paz é o mais importante para continuar a cooperação.

“Estou convencido de que Belgrado, como símbolo de encruzilhada e ponto de encontro do Oriente e do Ocidente, incentivará o diálogo entre as partes. Estou muito feliz por sediar essa cúpula hoje”, disse Vucic.

A Sérvia tem orgulho de ser um país militarmente neutro, acrescentou.

“Estamos orgulhosos de que, como um país militarmente neutro, estamos nos esforçando para chegar à UE e, ao mesmo tempo, fortalecer o desenvolvimento da amizade pelos países africanos e asiáticos. Esse é o nosso tesouro e a nossa força”, disse Vucic.

Também discursou no evento o secretário-geral da ONU, Antonio Guterres, que disse que o Movimento dos Não Alinhados tem um papel fundamental a desempenhar no mundo.

“Para o bem de todos, devemos trazer urgentemente todos os países a um alto nível de cobertura de vacinação. Em particular, os países do G20 devem mobilizar fontes e transformar a estratégia global de vacinação da organização mundial de saúde em realidade”, disse ele.

Guterres enfatizou que os países deveriam receber apoio para a eliminação da mudança climática e das armas nucleares.

Ele expressou esperança por uma cooperação internacional mais ativa e mais forte.

Anteriormente, o ministro das Relações Exteriores da Turquia, Mevlut Cavusoglu, chegou para participar do evento como convidado de honra.

O Movimento dos Não Alinhados foi formado em 1961 sob a liderança da então Iugoslávia, quando o mundo começou a se polarizar entre o Oriente e o Ocidente.

Embora o grupo tenha perdido sua influência com o tempo, os países envolvidos no movimento continuaram organizando conferências e cúpulas nas quais eram discutidos temas da atualidade. Atualmente tem 120 membros.

A cúpula mais recente foi organizada pelo Azerbaijão em 2019 na capital Baku. Este ano, reuniu líderes de mais de 100 países em Belgrado.

LEIA: Os líderes mundiais irão resolver a crise dos refugiados na COP26?

Categorias
Ásia & AméricasAzerbaijãoEuropa & RússiaNotíciaONUOrganizações InternacionaisSérviaUE
Show Comments
Show Comments