Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Acnur parabeniza a Turquia por seu trabalho com os refugiados

Filippo Grandi, Alto Comissário da ONU para Refugiados, visitou o centro da Comunidade do Crescente Vermelho em Şanlıurfa, Turquia, e entrevistou refugiados. © ACNUR / Emrah Gurel

Durante uma missão de três dias à Turquia, Filippo Grandi, do Alto Comissário da ONU para Refugiados, parabenizou a Turquia por  manter seu compromisso com a proteção de refugiados e requerentes de asilo e por  inclui-los em serviços públicos, como educação, saúde e meios de subsistência .

A Turquia acolheu cerca de 3,7 milhões de sírios e 300.000 pessoas de outras nacionalidades (a maioria do Afeganistão).

“A Turquia é um exemplo para o mundo não apenas porque continua a fornecer proteção a milhões de refugiados, mas também porque é um líder na forma como os recebeu”, comentou o Alto Comissário. “O governo e a população incluíram os refugiados nos serviços públicos, oferecendo-lhes oportunidades de desenvolver seu potencial”.

Os refugiados têm acesso a serviços públicos, como educação, oportunidades de trabalho dentro do arcabouço legal e assistência médica em todo o país, incluindo testes COVID-19 e vacinas. “É assim que se parece a verdadeira inclusão. No entanto, responder à crise dos refugiados e fornecer assistência aos refugiados deve ser uma responsabilidade compartilhada globalmente, conforme reiterado no Pacto Global para os Refugiados ”, acrescentou Grandi. “Os doadores também devem dar um passo à frente e não apenas ajudar os refugiados, mas também aqueles que os acolheram”.

LEIA: 120 requerentes de asilo resgatados ao largo da costa ocidental da Turquia

A missão do Alto Comissário incluiu visitas a Ancara, Sanliurfa e Gaziantep. O Alto Comissário foi recebido pelo Presidente Recep Tayyip Erdoğan e se reuniu com Mevlût Çavuşoğlu, Ministro das Relações Exteriores, e Süleyman Soylu, Ministro do Interior.

Durante os encontros, Grandi destacou a importância da cooperação internacional para encontrar soluções para os fluxos de refugiados e deslocados; Ele também destacou a importância de expandir a assistência prestada tanto aos países anfitriões quanto aos países de origem.

A situação no Afeganistão também foi abordada nas discussões. Em particular, Grandi falou sobre as operações do ACNUR no país, que buscam ajudar 3,5 milhões de pessoas deslocadas antes da chegada do inverno. Ele também mencionou as atividades que o ACNUR está realizando para apoiar os refugiados afegãos e aqueles que os hospedaram. Grandi reiterou o apelo público para que todos os Estados membros respeitem o direito dos afegãos de solicitar proteção internacional.

Em Şanlıurfa e Gaziantep, Grandi se reuniu com governadores e prefeitos e apreciou sua liderança na promoção de relações harmoniosas entre as comunidades turca e síria. Além disso, ele entrevistou refugiados para ouvir suas perspectivas, experiências, desejos e aspirações.

LEIA: Pessoas evacuadas da capital afegã chegam a Istambul

Publicado originalmente em ACNUR

Categorias
ACNURAfeganistãoÁsia & AméricasEuropa & RússiaNotíciaOrganizações InternacionaisTurquia
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments