Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Decisão de Abbas de cancelar as eleições frustrou reconciliação

O presidente palestino, Mahmud Abbas, na Cisjordânia, Ramallah, em 3 de setembro de 2020 [Alaa Badarneh/POOL/AFP/Getty Images]

O Fatah e o presidente da Autoridade Palestina (AP), Mahmoud Abbas, frustraram os esforços de reconciliação ao cancelar as eleições gerais, disse ontem o vice-chefe do Birô Político do Hamas, Saleh Al-Arouri.

Falando à Quds Press, Al-Arouri disse: “Todas as facções palestinas, principalmente Fatah e Hamas, chegaram a um acordo nacional e um roteiro abrangente para reorganizar a casa palestina, terminando a divisão e construindo uma parceria nacional real baseada nos resultados das eleições”.

“Abbas frustrou o programa nacional acordado sem nem mesmo consultar seus parceiros ou patrocinadores do acordo quando cancelou as eleições.””

Na segunda-feira, Abbas pediu que Fatah, Hamas, Jihad Islâmica e as facções da OLP voltem a um “diálogo sério” para construir uma parceria nacional “a fim de enfrentar todos os desafios e perigos enfrentados pelos palestinos e sua causa”.

Abbas acrescentou: “Iremos minar todas as conspirações por nossa unidade nacional inabalável e protegeremos a OLP – o único e legítimo representante do povo palestino – e continuaremos nossos esforços para alcançar a unidade nacional”.

LEIA: Egito culpa Abbas, da Autoridade Palestina, pelo fracasso das negociações de reconciliação

Categorias
Eleições PalestinasOriente MédioPalestina
Show Comments
Show Comments