Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Israel concede segurança extra a legisladores do Yamina em meio a crescentes tensões políticas

Naftali Bennett (centro), líder do partido de direita israelense Yamina ('Nova Direita'), acompanhado pela candidata do partido Ayelet Shaked (centro-dir.), em Tel Aviv, em 24 de março de 2021 [Gil Cohen-Magen/AFP via Getty Images]

A Guarda do Knesset israelense concedeu ontem proteção extra de segurança a dois outros legisladores do Partido Yamina, de direita, depois que eles alegaram ter sido ameaçados por manifestantes com o objetivo de pressioná-los contra o apoio à nova coalizão do país, que traria um novo governo e afastaria por muito tempo o serviço do primeiro-ministro, Benjamin Netanyahu.

Os parlamentares Idit Silman e Nir Orbach são os últimos legisladores que representam Yamina a receber maior proteção depois do líder do partido e primeiro-ministro indicado Naftali Bennett, e do segundo membro do partido, Ayelet Shaked.

Ativistas de direita leais a Netanyahu fizeram protestos na frente das casas dos dois legisladores, exigindo que eles se separassem do chamado “governo de mudança” que derrubaria o primeiro-ministro de Israel que mais tempo serve.

Silman informou ao Knesset ontem que ela estava sendo perseguida por ativistas. A emissora israelense Kan disse que Silman enviou recentemente uma mensagem de áudio ao grupo Yamina no WhatsApp na qual disse que um carro a seguiu desde que ela saiu de casa.

Segundo Silman, os passageiros do carro tinham um alto-falante com o qual pediam que ela não votasse a favor do novo governo.

LEIA: Rabinos sionistas pedem que o novo governo israelense seja bloqueado por qualquer meio necessário

Categorias
Eleições israelensesIsraelNotíciaOriente Médio
Show Comments
Show Comments