Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Bloqueio do Canal de Suez causa prejuízos iniciais de US$ 1 bilhão

O navio de contêiner 'Ever Given' é reflutuado, desbloqueando o Canal de Suez, em 29 de março de 2021, em Suez, Egito. [Mahmoud Khaled/Getty Images]
O navio de contêiner 'Ever Given' é reflutuado, desbloqueando o Canal de Suez, em 29 de março de 2021, em Suez, Egito. [Mahmoud Khaled/Getty Images]

O chefe da Autoridade do Canal de Suez (SCA, na sigla em inglês), Osama Rabie, disse que a estimativa inicial das perdas resultantes do encalhe do navio Ever Given é de US$ 1 bilhão.

O jornal estatal Akhbar El-Yom citou Rabie dizendo que “o valor dos danos iniciais causados pelo período de encalhe do navio no canal foi estimado em cerca de US$ 1 bilhão”.

O presidente da SCA explicou que “as autoridades de investigação obtiveram a caixa preta do navio e estão em curso para descarregar o seu conteúdo a fim de apurar as causas do desvio”.

Ele confirmou que o movimento de navegação no Canal de Suez voltou ao normal, pois 532 navios cruzaram a via marítima desde que a embarcação foi desencalhada, a uma taxa de 90 navios por dia.

LEIA: Culpe a ditadura do Egito pelo fiasco do Canal de Suez

O jornal Al-Shorouk citou Rabie dizendo que a Autoridade do Canal de Suez busca “resolver a questão pacificamente e obter indenização sem recorrer ao tribunal”.

Não foi possível obter comentários imediatos da empresa japonesa Shoei Kisen, proprietária do navio Ever Given, ou da empresa taiwanesa que o opera.

O Ever Given ainda está ancorado em águas egípcias, Rabie disse que a embarcação não terá permissão para deixar o país até que seja alcançado um acordo financeiro pelos danos.

A crise do Canal de Suez. [Sabaaneh/Monitor do Oriente Médio]

A crise do Canal de Suez. [Sabaaneh/Monitor do Oriente Médio]

Categorias
ÁfricaÁsia & AméricasChinaEgitoJapãoNotícia
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments