Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Israel emite ordem para demolir 200 edifícios palestinos em Jerusalém Oriental

https://www.monitordooriente.com/20200530-palestino-com-deficiencia-mental-morto-a-tiros-em-jerusalem/

Autoridades da ocupação israelense emitiram ontem (31) uma ordem de demolição contra 200 estruturas industriais palestinas, que datam de décadas desde sua construção, localizadas no território ocupado de Jerusalém Oriental, reportou a agência de notícias Wafa.

Como muitos bairros nos arredores de Jerusalém, Wadi Al-Joz vivencia problemas graves devido à expansão agressiva da presença colonial judaica na área.

Kamal Obeidat, presidente Câmara de Indústria e Comércio Árabe de Jerusalém Oriental, relatou à Wafa que a ordem foi submetida sob recomendação do Comitê de Planejamento e Zoneamento de Israel, que prevê a demolição de 200 estruturas, incluindo restaurantes, oficinas mecânicas e outras instalações civis.

Obeidat classificou o mandado como “racista”, com o propósito de aniquilar a última área industrial palestina, responsável por prover serviços a 300.000 residentes de Jerusalém Oriental, e substituí-la por estruturas israelenses.

Um porta-voz da Prefeitura de Jerusalém confirmou ao jornal israelense The Jerusalem Post que os edifícios em questão serão demolidos como parte de um “projeto de construção”. No entanto, não forneceu detalhes.

Os palestinos denunciam que tais medidas são parte do processo de judaização da cidade ocupada de Jerusalém, que inclui a expulsão de residentes palestinos.

As demolições ocorrem em meio a tensões crescentes na cidade, depois que forças israelenses mataram a tiros Eyad Hallaq, palestino desarmado com transtorno mental, também do bairro palestino de Wadi Al-Joz, onde estão previstas as demolições.

LEIA: Palestino com deficiência mental morto a tiros em Jerusalém

Categorias
IsraelNotíciaOriente MédioPalestina
Show Comments
Show Comments