Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Forças com apoio emiradense convocam ‘rebelião contra o governo do Iêmen’

Conselho de Transição do Sul, grupo separatista com apoio emiradense, bloqueia a passagem de carros em um posto de controle no Iêmen, 4 de setembro de 2019 [Saleh Al-Obeidi/AFP/Getty Images]

Nesta quarta-feira (13), o Conselho de Transição do Sul, movimento separatista com apoio dos Emirados Árabes Unidos, convocou o “início de uma rebelião e confrontos de militância contra forças do governo do Iêmen [apoiado pela Arábia saudita], em Hadramaute, leste do país.”

“A todas as tribos, jovens e resistência em Hadramaute, o conselho anuncia uma confrontação armada contra forças do governo iemenita nas províncias de Shabwa e Abyan, a começar na quinta-feira, 14 de maio”, declarou Ahmed Saeed bin Brik, líder do movimento, no Twitter.

As províncias de Hadramaute e Shabwa – controladas pelo governo iemenita com apoio saudita – recentemente anunciaram seu repúdio à declaração de “autonomia” do Conselho de Transição do Sul sobre partes do país, ao destacarem sua lealdade ao presidente no exílio Abd Rabbuh Mansur Hadi.

Confrontos armados entre tropas com apoio saudita e forças do conselho secessionista, com apoio emiradense, persistiram na província de Abyan pelo segundo dia consecutivo.

LEIA: Houthis forçam comerciantes a pagar zakat a eles, não aos pobres

Categorias
Arábia SauditaEmirados Árabes UnidosIêmenNotíciaOriente Médio
Show Comments
Show Comments