Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Netanyahu prevê que até dez mil israelenses podem morrer de coronavírus no próximo mês

Paramédicos israelenses se vestem com roupas de proteção durante treinamento em combate ao coronavírus em 26 de fevereiro de 2020 [Jack Guez/ AFP/ Getty Imagens]

O primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu alertou ontem que as mortes por coronavírus podem chegar a dez mil no próximo mês, informou a mídia israelense.

“Poderíamos atingir um milhão de infectados em um mês”, disse ele ao Israel Channel 12 News. “E pode haver 10.000 israelenses mortos”.

Durante uma reunião de seis horas por telefone com outros ministros israelenses, Netanyahu apresentou o que chamou de “cenário de pesadelo” do Ministério da Saúde, alertando para o grande número de infecções e mortes.

Durante a reunião , os ministros israelenses aprovaram restrições adicionais ao transporte público, disse o escritório de Netanyahu, observando que o transporte seria significativamente reduzido e só poderá ser usado para fins aprovados.

Yedioth Ahronoth relatou que os ministros decidiram, durante a reunião, estender a permissão para Shabak rastrear os telefones celulares das pessoas infectadas com coronavírus.

Israel luta com medos por coronavírus – Cartum [Sabaaneh / Moitor do Oriete Médio]

Arab48 informou que os ministros da reunião disseram que Netanyahu não parecia preocupado ao apresentar o que a chanceler alemã Angela Merkel disse, que 60 a 70% das pessoas seriam infectadas com coronavírus.

O ministro dos Transportes, Bezalel Smotrich, criticou a maneira como as decisões foram tomadas, por exemplo, a decisão de reduzir o transporte foi tomada sem consultar o Ministério dos Transportes.

LEIA: Confirmações de coronavírus em Israel aumentam 40% em 24 horas

Categorias
CoronavírusIsraelNotíciaOriente MédioPalestinaSlide Grande
Show Comments
Show Comments