Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Chanceler francês afirma disposição internacional para apoiar um novo governo no Líbano

Presidente da França Emmanuel Macron recebe a visita do Primeiro-Ministro do Líbano Saad Hariri, no Palácio do Eliseu, em Paris, França, 18 de novembro de 2017 [Mustafa Yalçin/Agência Anadolu]

A comunidade internacional está pronta para conceder apoio financeiro uma vez que um novo governo no Líbano seja formado, afirmou ontem (12) Jean-Yves Le Drian, Ministro de Relações Exteriores da França.

“A única condição para auxiliar financeiramente o Líbano é observar o quão efetivo será o novo governo ao levar em conta o chamado das ruas,” declarou Le Drian a repórteres, em ocasião da reunião do chamado Grupo de Apoio Internacional, realizada na capital francesa, Paris.

Le Drian fez um apelo às autoridades libanesas para que “componham rapidamente um novo governo,” e alertou que a demora poderá “agravar a situação.”

A reunião do Grupo de Apoio Internacional, segundo relatos, dedicou-se a debater medidas que auxiliem o Líbano em particular, à medida que o país árabe enfrenta uma enorme agitação política devido à grave crise econômica e medidas impopulares por parte do governo.

O grupo inclui Nações Unidas, União Europeia, Liga dos Estados Árabes, além dos governos da China, França, Alemanha, Itália, Rússia, Reino Unido e Estados Unidos.

O Líbano vivencia um impasse político desde a renúncia de Saad Hariri como primeiro-ministro, em 29 de outubro, devido a protestos populares que tomaram as ruas contra a elite governante. Entretanto, após a renúncia, não houve qualquer acordo quanto à formação de um novo governo libanês.

Categorias
AlemanhaÁsia & AméricasChinaEstados UnidosEuropa & RússiaFrançaItáliaLíbanoNotíciaONUOrganizações InternacionaisOriente MédioReino UnidosRússia
Show Comments
Show Comments