Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Facebook avisa que pode encerrar conta do diretor da ONU Watch

O logotipo do Facebook exibido na tela de um smartphone, em 7 de setembro de 2021 [Sefa Karacan/Agência Anadolu]

O Facebook ameaçou encerrar a conta pessoal do diretor executivo da ONG com sede na Suíça ONU Watch, Hillel Neuer, por violar as regras da comunidade.

Segundo o Times of Israel, Hillel Neuer também foi avisado de que sua página já estava sob sanções há meses para reduzir sua visibilidade.

“Acontece que, como eu suspeitava, o Facebook escondeu deliberada e injustificadamente minhas postagens do público”, disse Neuer em comunicado. “Agora eles estão ameaçando arbitrariamente excluir minha conta. É uma situação kafkiana e não faz absolutamente nenhum sentido.”

“É possível que essa censura tenha sido causada por indivíduos que abusam desses padrões, agindo de má fé para orquestrar reclamações frívolas, mas, seja qual for o motivo, isso precisa parar”, acrescentou Neuer.

Isso ocorre depois que o diretor postou uma foto em agosto de um afegão talibã para criticar boicotes contra Israel.

A postagem mostrava o afegão no palácio presidencial com armas em Cabul, junto com uma legenda que dizia: “Previsão: Ben&Jerry nunca anunciarão um boicote ao Talibã”, após a decisão da empresa de sorvetes de parar de vender seus produtos em assentamentos ilegais localizados nos territórios palestinos ocupados.

LEIA: Israel avança em projeto de lei para censurar conteúdo palestino nas redes sociais

O Facebook também revelou que Neuer havia sido penalizado pela postagem, dizendo a ele: “Sua página reduziu a distribuição e outras restrições”.

Com 49.000 seguidores, a ONU Watch afirmou que a postagem de Neuer foi amplamente compartilhada no Twitter sem incidentes, mas que o Facebook a excluiu.

“Nenhuma explicação foi fornecida, tampouco o Facebook respondeu às tentativas de Neuer de apelar da decisão”, disse a ONU Watch sobre o aviso, acrescentando que estava “preocupada com a falta de clareza nos Padrões da Comunidade do Facebook e a falta de transparência e arbitrariedade na aplicação dessas normas”.

“Contamos com a mídia social para compartilhar nossas informações vitais sobre direitos humanos e as Nações Unidas, mas o Facebook está sufocando nossa voz e agora ameaçando nos fechar”, acrescentou a ONU Watch.

A ONU Watch, com sede em Genebra, diz que é uma ONG envolvida em “monitorar a ONU e promover os direitos humanos” e garantir o tratamento justo dos Estados-membros das Nações Unidas. Também está ligado ao Comitê Judaico Americano, um dos mais antigos grupos de lobby judaicos nos EUA.

Categorias
NotíciaONUOrganizações Internacionais
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments