Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Líbano nega rumores de acordo para importar gás natural israelense

Nabih Berri (à direita), presidente do parlamento libanês, encontra-se com Amos Hochstein, assessor sênior de segurança energética dos Estados Unidos, em Beirute [AFP via Getty Images]

O Ministério de Energia e Recursos Hídricos do Líbano desmentiu neste domingo (16) relatos da imprensa israelense de que foi firmado um acordo, sob mediação de Washington, para importar gás natural diretamente do estado ocupante.

Segundo o ministério, os recursos serão importados do Egito.

A emissora israelense Channel 12 declarou no sábado (15) que os Estados Unidos mediaram um acordo para fornecer gás natural ao país levantino, via Jordânia e Síria. Beirute, no entanto, insiste que os rumores são “absoluta e completamente falsos”.

Segundo o ministério, o acordo não possui participação israelense e determina explicitamente que os recursos deverão ser obtidos do Egito e então transportados via Jordânia e Síria à usina de energia elétrica de Deir Ammar, no norte do Líbano.

O Departamento de Estado dos Estados Unidos também desmentiu a reportagem.

Em setembro, ministros responsáveis por recursos energéticos e produtos do petróleo do Líbano, Jordânia, Egito e Síria concordaram com um plano para fornecer eletricidade e gás natural ao país mediterrâneo, assolado pela crise econômica e falta de combustíveis.

LEIA: Israel pode ter de confrontar Líbano e Gaza, ameaça Bennett

Categorias
ÁfricaEgitoIsraelJordâniaLíbanoNotíciaOriente Médio
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments