Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

França e Arábia Saudita se unem para resolver crise no Líbano

Macron disse que a Arábia Saudita se comprometeu a apoiar reformas no Líbano, o que poderia ajudar a resolver sua crise e reserva de soberania

França e Arábia Saudita se uniram para tentar resolver a crise do Líbano em uma nova iniciativa, de acordo com o The New Arab.

O presidente francês, Emmanuel Macron, anunciou a iniciativa conjunta saudita-francesa no sábado, para consertar as relações entre o Líbano e os estados do Golfo após comentários feitos pelo ex-ministro de Comunicações George Kordahi iniciarem uma briga.

Macron disse que a Arábia Saudita se comprometeu a apoiar reformas no Líbano, o que poderia ajudar a resolver sua crise e assegurar a soberania.

As relações entre o Líbano e os países do Golfo entraram em colapso depois que o ex-ministro das comunicações George Kordahi defendeu os houthis apoiados pelo Irã no Iêmen, dizendo que eles estavam agindo em “autodefesa”.

Ele acrescentou que os Houthis não são agressores, em comentários que parecem significar que ele vê a Arábia Saudita e os Emirados Árabes de forma negativa.

Isso causou uma grande cisão entre o Líbano atingido pela crise e os estados do Golfo, a Arábia Saudita, os Emirados Árabes, ambos os quais viram os comentários como um ataque à sua coalizão conjunta e campanha militar em andamento.

LEIA: Ministro da Informação do Líbano renuncia após desencadear crise com o Golfo

Categorias
Arábia SauditaEmirados Árabes UnidosEuropa & RússiaFrançaIêmenLíbanoNotíciaOriente MédioVídeos & Fotojornalismo
Show Comments
Show Comments