Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Ministros britânicos condenam protesto contra embaixadora israelense

Secretária de Estado para Assuntos Internos do Reino Unido, Priti Patel [Policy Exchange/Wikipedia]
Secretária de Estado para Assuntos Internos do Reino Unido, Priti Patel [Policy Exchange/Wikipedia]

Nesta quarta-feira (10), diversos ministros britânicos expressaram seu repúdio ao que descreveram como “intimidação” contra a embaixadora israelense Tzipi Hotovely, na noite anterior, após um evento na Escola de Economia de Londres.

A Secretária do Interior Priti Patel alegou estar enojada com o tratamento conferido a Hotovely, em referência a um protesto estudantil de solidariedade ao povo palestino.

“O antissemitismo não tem lugar nas universidades de nosso país”, destacou Patel no Twitter. “A polícia tem todo meu apoio para investigar este incidente aterrador”.

Hotovely, no entanto, reiterou não se intimidar e enalteceu o debate como “excelente”.

“Continuarei a compartilhar a história israelense e manter um diálogo aberto com todos a sociedade britânica”, comentou a diplomata sionista, notória por negar a história e os direitos palestinos, em favor dos assentamentos coloniais nas terras ocupadas.

LEIA: Pavimentar o caminho à solidariedade permanente com os palestinos é urgente

Na terça-feira (9), uma multidão reuniu-se em frente ao campus onde ocorreu o debate.

Vídeos registraram o momento em que Hotovely deixou o edifício, escoltada por seguranças, sob vaias e gritos de “Você não tem vergonha?”

Liz Truss, Nadhim Zahawi e James Cleverly — ministros de estado responsáveis por relações exteriores, educação e Oriente Médio, respectivamente — fizeram coro ao repúdio à manifestação, ao designá-la como agressiva, intimidadora e inaceitável.

“Isso é profundamente perturbador, peço perdão à embaixadora Hotovely”, tuitou Zahawi, ao insistir que estudantes judeus na instituição devem ter se sentido “abalados”.

Antes do evento, ativistas pró-Palestina reivindicaram que fosse cancelado o convite a Hotovely, militante colonial nomeada ao cargo pelo ex-premiê Benjamin Netanyahu.

Nesta quinta-feira (11), a Sociedade de Debate deve receber também Husam Zomlot, embaixador da Autoridade Palestina no Reino Unido.

Categorias
Europa & RússiaIsraelNotíciaOriente MédioPalestinaReino Unido
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments