Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Aquisição saudita do Newcastle United FC segue após a resolução da disputa no Catar

Espera-se que a compra do Newcastle United pela Arábia seja polêmica [Sabaaneh/Monitor do Oriente Médio]
Espera-se que a compra do Newcastle United pela Arábia seja polêmica [Sabaaneh/Monitor do Oriente Médio]

A polêmica oferta da Arábia Saudita para comprar o Newcastle United Football Club pode ser aprovada em breve, encerrando uma saga de 18 meses que teve muitas reviravoltas, arrastando a política regional, preocupações com abusos de direitos humanos e pirataria na mídia.

Um acordo agora parece iminente depois que o Fundo de Investimento Público Saudita (PIF, na sigla em inglês), que deve fornecer 80 por cento dos fundos para a transação de US$ 407 milhões, convenceu a Premier League Inglesa (EPL, na sigla em inglês) de que é uma entidade separada do estado saudita. Isso apesar do fato de Mohammed Bin Salman ser o presidente do PIF e também o príncipe herdeiro do Reino.

A certa altura, parecia que não havia caminho de volta para o consórcio financiado pelos sauditas depois que ele falhou no teste de proprietários e diretores da EPL. Também houve críticas contundentes de grupos de direitos humanos sobre as alegações de que Riad usou a compra de um importante clube de futebol inglês para “lavar esportivamente” seu fraco histórico de direitos humanos.

“Desde que este acordo foi discutido pela primeira vez, dissemos que ele representava uma tentativa clara das autoridades sauditas de limpar seu histórico de direitos humanos com o glamour do futebol de primeira linha”, disse Sacha Deshmukh, CEO da Amnistia Internacional do Reino Unido. “A propriedade saudita do St James ‘Park [estádio de Newcastle] sempre foi tanto sobre gestão de imagem para o príncipe herdeiro Mohammed Bin Salman e seu governo quanto sobre futebol.”

LEIA: Ex-noiva de Khashoggi pede que Newcastle não seja vendida aos sauditas

No entanto, as preocupações com o fraco histórico de direitos humanos de Riad parecem ter sido bem menos problemáticas do que uma disputa em andamento entre a Arábia Saudita e o Catar. Por três anos, a partir de 2017, o Catar ficou sob rígido bloqueio imposto pela Arábia Saudita, Emirados Árabes, Egito e Bahrein. A disputa terminou no início deste ano, abrindo caminho para uma série de questões a serem resolvidas.

A emissora esportiva de propriedade do Catar beIN Sports, que os sauditas proibiram como parte do bloqueio, se opôs fortemente à oferta pública de aquisição com uma carta aos chefes da EPL alertando sobre os “perigos” de permitir que a aquisição prossiga. O beIN tem um acordo de US$ 617 milhões com 20 clubes ingleses de primeira linha, tornando-se o maior parceiro de transmissão do futebol inglês no exterior.

A empresa argumentou que os sauditas haviam violado as regras da EPL e, portanto, deveriam ser impedidos de comprar o Newcastle United. O governo em Doha alegou que a Arábia Saudita estava por trás de uma rede de televisão pirata em língua árabe – beoutQ – que foi acusada de exibir ilegalmente jogos de futebol da EPL no Oriente Médio e no Norte da África.

Espera-se que a compra do Newcastle United pela Arábia seja polêmica [Sabaaneh/Monitor do Oriente Médio]

Espera-se que a compra do Newcastle United pela Arábia seja polêmica [Sabaaneh/Monitor do Oriente Médio]

Riad agora resolveu seus problemas com a beIN Sports. Junto com a aparente satisfação da liga de que o PIF é independente do governo saudita, dois dos principais obstáculos para a compra do Newcastle United FC parecem ter sido removidos.

Enquanto a maioria dos torcedores do clube ficará feliz com o que uma injeção de fundos fará pelas perspectivas do Newcastle United, a torcida de longa data Yvonne Ridley folheou a multidão antes do primeiro jogo em casa da temporada para chamar a atenção para o péssimo histórico de direitos humanos da Arábia Saudita. A jornalista Ridley destacou a prisão sem acusação nem julgamento de seu amigo e mentor, Dr. Ahmed Moustapha, 80, como um exemplo dos abusos infligidos a pessoas inocentes pelo regime de Riad.

LEIA: Aquisição do Newcastle pelos sauditas pode seguir, mas sem o governo na direção

Categorias
Arábia SauditaCatarEuropa & RússiaNotíciaOriente MédioReino Unido
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments