Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Embarques de combustível do Irã violam a soberania do Líbano

Primeiro-ministro, Najib Mikatin Beirut, Líbano, em 02 de agosto de 2021 [Presidência libanesa/Agência Anadolu]
Primeiro-ministro, Najib Mikatin Beirut, Líbano, em 02 de agosto de 2021 [Presidência libanesa/Agência Anadolu]

O primeiro-ministro libanês, Najib Mikati, disse que os carregamentos de combustível iraniano importados pelo movimento Hezbollah constituem uma violação da soberania do Líbano, de acordo com comentários publicados por seu escritório, relatou a Reuters.

“A violação da soberania do Líbano me deixa triste”, disse Mikati à CNN em uma entrevista, seu escritório postou no Twitter.

Ele acrescentou: “Mas não estou preocupado que sanções possam ser impostas” ao Líbano “porque a operação foi realizada sem o envolvimento do governo libanês”.

O grupo alinhado a Teerã na quinta-feira começou a trazer caminhões-tanque transportando combustível do Irã, uma medida que ele diz que deve aliviar uma crise de energia paralisante no Líbano. Um navio-tanque carregou o combustível para a Síria e de lá cruzou para o Líbano. Tanto a Síria quanto o Irã estão sob sanções dos EUA.

No final da sexta-feira, a emissora libanesa LBCI disse que um novo grupo de petroleiros transportando combustível iraniano entrou no Líbano pela área de Hermel.

Hermel fica no extremo norte do vale do Bekaa, uma área habitada principalmente por muçulmanos xiitas, dos quais o Hezbollah recebe apoio.

LEIA: Laços com Síria devem ser retomados, afirma ex-chanceler do Líbano

Categorias
IrãLíbanoNotíciaOriente MédioSíria
Show Comments
Show Comments