Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Palestinos são feridos por repressão israelense em Hebron

Palestinos correm de nuvens de gás lacrimogêneo, em meio à repressão da polícia israelense em Hebron, Cisjordânia ocupada, 13 de agosto de 2021 [HAZEM BADER/AFP via Getty Images]
Palestinos correm de nuvens de gás lacrimogêneo, em meio à repressão da polícia israelense em Hebron, Cisjordânia ocupada, 13 de agosto de 2021 [HAZEM BADER/AFP via Getty Images]

Neste domingo (12), forças israelenses reprimiram violentamente protestos pacíficos na cidade de Hebron (Al-Khalil), na Cisjordânia ocupada. Residentes palestinos relataram traumas decorrentes da inalação de gás lacrimogêneo.

As informações são da agência de notícias Wafa.

Soldados da ocupação atacaram os palestinos na área de Bab al-Zawyeh, no centro da cidade.

Tropas estacionadas no checkpoint militar da rua al-Shuhada dispararam gás lacrimogêneo e bombas de efeito moral contra palestinos e forçaram o fechamento do comércio local.

Além disso, soldados israelenses invadiram a aldeia de Masafer Yatta, ao sul de Hebron, e revistaram casas ilegalmente. Um palestino de 54 anos foi detido.

Na última semana, a ocupação israelenses ordenou fechar a Mesquita Abraâmica (Túmulo dos Patriarcas) a fiéis muçulmanos, para permitir a colonos ilegais que celebrassem o Rosh Hashanah — ou Ano Novo Judaico.

LEIA: Quando o humor também é resistência

Categorias
IsraelNotíciaOriente MédioPalestina
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments