Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

AP recusa-se a retomar negociações com Israel

Primeiro-Ministro da Autoridade Palestina Mohammad Shtayyeh durante coletiva de imprensa em Ramallah, Cisjordânia ocupada, 5 de maio de 2020 [ABBAS MOMANI/AFP via Getty Images]

O Primeiro-Ministro da Autoridade Palestina (AP) Mohammad Shtayyeh confirmou ontem (5) que seu governo recusa-se a retomar negociações bilaterais com Israel, neste momento.

Em entrevista à televisão palestina, afirmou Shtayyeh: “Não queremos voltar às negociações bilaterais como eram antes … [a Autoridade Palestina] quer negociações baseadas na lei internacional e resoluções da ONU, sob mediação do Quarteto Internacional”.

As “conversas de paz” israelo-palestinas permanecem paralisadas desde 2014, após o fracasso de esforços intensivos de mediação do então Secretário de Estado dos Estados Unidos John Kerry, sob o governo do ex-presidente Barack Obama.

Segundo Shtayyeh, o presidente palestino Mahmoud Abbas promove esforços políticos junto de outros países árabes para pressionar o Quarteto — Estados Unidos, União Europeia, Rússia e ONU — a adotar um novo diálogo com base nas prerrogativas legais.

O premiê palestino reiterou que a Autoridade Palestina pediu ao atual governo americano de Joe Biden para advertir Israel de sua responsabilidade sobre os acordos assinados com Ramallah, a fim de interromper ataques coloniais.

LEIA: Os palestinos têm novas narrativas de unidade e resistências

Categorias
Ásia & AméricasEstados UnidosIsraelNotíciaOriente MédioPalestina
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments