Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Turquia se mostra indecisa sobre apoiar o Talibã para administrar aeroporto de Cabul

Soldado turco cuida de um bebê enquanto espera a evacuação no Aeroporto Internacional Hamid Karzai em Cabul, Afeganistão, em 21 de agosto de 2021 [Ministério da Defesa Nacional TUR/Agência Anadolu]

A Turquia não tomou uma decisão final sobre o pedido do Talibã de apoio para administrar o aeroporto de Cabul depois que as forças estrangeiras se retiraram devido a preocupações de segurança e incertezas, disse hoje o presidente, Tayyip Erdogan, acrescentando que as negociações ainda estão em andamento.

Autoridades disseram à Reuters esta semana que o Talibã pediu ajuda técnica à Turquia para administrar o aeroporto, mas exigiu que os militares de Ancara retirassem o país até o prazo final de 31 de agosto. Os militares começaram as evacuações na quarta-feira.

“O Talibã fez um pedido sobre a operação do aeroporto de Cabul. Eles dizem: ‘Vamos garantir a segurança e você pode operá-lo’. Mas ainda não tomamos uma decisão, porque sempre há a possibilidade de morte e coisas assim lá”, disse Erdogan em entrevista coletiva antes de partir para uma visita à Bósnia.

A Turquia propôs que guardasse e administrasse o aeroporto de Cabul depois que os Estados Unidos e outras forças da OTAN se retirassem do Afeganistão, mas isso foi rejeitado pelo Talibã.

“A Turquia fez parte das forças da OTAN nos últimos 20 anos, então, como tal, eles deveriam se retirar do Afeganistão com base no Acordo que assinamos com os EUA em 29 de fevereiro de 2020”, disse o porta-voz do Talibã em Doha, Suhail Shaheen, em junho.

LEIA: Se as ações do Talibã servem de referência, como ficam os EUA no Iraque?

Categorias
AfeganistãoÁsia & AméricasEstados UnidosEuropa & RússiaNotíciaOrganizações InternacionaisOTANTurquia
Show Comments
Show Comments