Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Corte israelense congela ordem de despejo de três famílias palestinas em Sheikh Jarrah

Residentes palestinos de Sheikh Jarrah participam de um audiência na Suprema Corte de Israel, em Jerusalém ocupada, 2 de agosto de 2021 [Ahmad Gharabli/AFP via Getty Images]

A Suprema Corte de Israel suspendeu neste domingo (15) ordens de despejo emitidas contra três famílias palestinas do bairro de Sheikh Jarrah, em Jerusalém ocupada, segundo informações da agência Anadolu.

“Hoje, a corte da ocupação determinou o congelamento da ordem de deslocamento de três famílias de Sheikh Jarrah — Dajani, al-Dahudi e Hammad —, até que a corte conclua todos os procedimentos no caso”, declarou o comitê que representa as famílias, em nota.

Segundo o comunicado, em 28 de julho, os advogados das famílias — Sami Irsheed e Hosni Abu Hussein — submeteram um recurso à Suprema Corte em busca do congelamento.

“A decisão não elimina a ameaça de deslocamento enfrentada pelos residentes do bairro e reafirmamos que o apoio público contínuo é a fonte de nossa força, então permaneçam conosco para protegermos juntos Jerusalém”, prosseguiu o comitê.

Ainda neste ano, a Corte Central de Israel emitiu uma ordem para expulsar as três famílias de suas casas até 5 de agosto, a fim de substituí-las por colonos ilegais.

LEIA: Família é forçada a demolir a própria casa em Beit Hanina, Jerusalém Oriental

Grupos coloniais alegam que as residências palestinas foram construídas em terras pertencentes a judeus antes da Nakba — ou catástrofe, como é conhecida a criação do Estado de Israel via limpeza étnica, em 1948.

Documentos da Jordânia e das Nações Unidas contestam a alegação.

Israel tenta expulsar 400 palestinos de Sheikh Jarrah [Sabaaneh/Monitor do Oriente Médio]

Categorias
IsraelNotíciaOriente MédioPalestina
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments