Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

O primeiro-ministro palestino pede retomada do trabalho do Quarteto Internacional

O primeiro-ministro palestino Muhammad Shtayyeh preside a reunião de gabinete semanal em seu escritório perto de um pôster do falecido líder palestino Yasser Arafat na cidade de Ramallah, na Cisjordânia, em 17 de agosto de 2020. [Nasser Nasser/ Pool/ AFP via Getty Images]
O primeiro-ministro palestino Muhammad Shtayyeh preside a reunião de gabinete semanal em seu escritório perto de um pôster do falecido líder palestino Yasser Arafat na cidade de Ramallah, na Cisjordânia, em 17 de agosto de 2020. [Nasser Nasser/ Pool/ AFP via Getty Images]

O primeiro-ministro palestino, Muhammad Shtayyeh, pediu ontem à União Europeia que reviva o processo político sob os auspícios do Quarteto Internacional de uma forma que traga justiça para o povo palestino, informou a agência de notícias Wafa.

A agência disse que Shtayyeh se reuniu com o enviado da UE ao processo de paz no Oriente Médio, Sven Koopmans, e discutiu os desenvolvimentos políticos, afirmando a abertura da liderança palestina para um caminho sério que preencheria o atual vácuo político.

De acordo com a Wafa, Shtayyeh também pediu ao enviado europeu que pressione Israel a parar de deduzir fundos das receitas fiscais palestinas, o que aumenta o peso financeio do governo, especialmente à luz do forte declínio da ajuda internacional.

Koopmans disse que a UE quer estar envolvida no processo de paz, reiterando o seu apoio ao povo palestino e às suas instituições, ao mesmo tempo que salienta que fará o possível para reanimar o trabalho do quarteto, que inclui a UE, os Estados Unidos , Rússia e as Nações Unidas.

LEIA: “A não ser que o mundo aceite apartheid, limpeza étnica e roubo de território, Israel é inviável, imoral e ilegal”

Categorias
Ásia & AméricasEUAEuropa & RússiaIsraelNotíciaOrganizações InternacionaisOriente MédioPalestinaRússia
Show Comments
Show Comments