Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Rouhani acusa EUA de travar guerra econômica contra o Irã

O presidente iraniano Hassan Rouhani em Teerã, Irã, em 23 de maio de 2021 [Presidência iraniana/Agência Anadolu]

O presidente iraniano cessante, Hassan Rouhani, acusou o governo dos EUA de travar uma guerra econômica contra a República Islâmica, enfatizando que Teerã não pretende possuir armas nucleares.

Falando durante uma reunião governamental hoje, Rouhani disse que o povo iraniano ainda enfrenta o “terrorismo econômico americano”, acrescentando que o governo Biden continua a política de guerra econômica iniciada pelo ex-presidente Donald Trump; apesar da admissão do governo de que a retirada de Washington do acordo nuclear de 2015 foi um grande erro.

“Garanto ao povo que não poupamos esforços e não retrocedemos neste caminho, e fizemos tudo ao nosso alcance para reativar o acordo e não recuaremos na conquista dos direitos de nosso povo”, disse ele.

Entretanto, o Secretário-Geral da ONU, António Guterres, apelou aos EUA para que levantassem as sanções impostas ao Irão em conformidade com o acordo nuclear de 2015.

Em um relatório ao Conselho de Segurança da ONU, Guterres instou Washington a “estender as isenções relacionadas ao comércio de petróleo com a República Islâmica do Irã e renovar as isenções totais para projetos de não proliferação”.

O chefe da ONU também apelou ao Irã para que volte à implementação total do acordo nuclear.

LEIA: Trabalhadores do setor de energia do Irã realizam protestos salariais com economia atingida por sanções

Categorias
Ásia & AméricasEstados UnidosIrãNotíciaOriente Médio
Show Comments
Show Comments