Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Oficial do Hamas diz que as relações com o Hezbollah “nunca foram cortadas”

O oficial máximo do Hamas, Khalil al-Hayya, fala durante uma reunião realizada sob o nome de "Desenvolvimentos Nacionais" na cidade de Gaza, Gaza, em 1 de dezembro de 2020 [Ali Jadallah / Agência Anadolu]

Um alto funcionário do Hamas na Faixa de Gaza disse que as relações do movimento com o Hezbollah no Líbano são “boas” e “nunca foram cortadas”, informou a Arabi21. Khalil Al-Hayya é o chefe-adjunto do gabinete político do Hamas no enclave.

“Podemos discordar em algumas questões, mas não há tensão entre nós e os irmãos do Hezbollah, nem entre nós e qualquer componente da nação [árabe], porque procuramos ter um bom relacionamento com todos”, explicou Al-Hayya. O relacionamento com o Hezbollah é “profundo, estável e sólido”, acrescentou ele.

O secretário-geral do Hezbollah, Hassan Nasrallah, recebeu o chefe do gabinete político do Hamas, Ismail Haniyeh, em Beirute, na terça-feira. Haniyeh foi acompanhado por uma delegação do movimento.

De acordo com uma declaração do grupo libanês, Nasrallah e Haniyeh discutiram a última agressão israelense à Faixa de Gaza sitiada, bem como suas conseqüências a nível palestino, árabe, islâmico e internacional.

Al-Hayya salientou que o encontro com Nasrallah também se concentrou na solidariedade global sem precedentes com a causa palestina durante a ofensiva militar israelense em maio. Isto, disse ele, confirma que a causa palestina ainda ocupa um lugar importante nos corações das pessoas livres em todo o mundo.

A questão dos refugiados palestinos no Líbano foi considerada pelos dois líderes. A discussão deles analisou a possível contribuição do Hezbollah para ajudar os refugiados a obter alguns de seus direitos sociais e humanos de uma forma que não afetasse a realidade do povo libanês.

LEIA: No Egito, Israel discute acordo de troca de prisioneiros do Hamas

Categorias
IsraelLíbanoNotíciaOriente MédioPalestina
Show Comments
Show Comments