Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

OLP pede investigação ‘transparente’ sobre o assassinato do ativista Nizar Banat

Ativista palestino Nizar Banat [@ KhaledAbuToameh / Twitter]

A Organização para a Libertação da Palestina (OLP) pediu uma investigação “transparente” sobre o assassinato do ativista palestino na Cisjordânia, Nizar Banat, informou a RT na sexta-feira.

“É um incidente grave e precisa de uma investigação transparente e confiável”, expressou o chefe do Comitê de Direitos Humanos da OLP e ONGs Ahmad Tamimi, destacando que deve ser dado um prazo curto para a investigação.

Tamimi também pediu que um membro da família do ativista e comissões independentes participassem da investigação, cujas conclusões deveriam ser levadas a um tribunal especializado para julgar os responsáveis ​​pelo assassinato.

Ao mesmo tempo, o funcionário da OLP apelou à garantia de medidas práticas para garantir as liberdades públicas, em primeiro lugar, a liberdade de expressão.

Tamimi pediu à família do ativista que não politize seu assassinato, insistindo que é uma questão nacional, legal e humanitária.

Nizar Banat é uma perda não só para a sua família, mas para toda a nação”, referiu Tamimi.

LEIA: Autoridade Palestina é acusada de matar ativista da oposição Nizar Banat

Categorias
NotíciaOriente MédioPalestina
Show Comments
Show Comments