Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Grupo de Israel processa bancos e instituições de caridade do Catar em mais de US$ 360 milhões

Palestinos chegam aos correios para receber ajuda financeira do Catar na Cidade de Gaza, Gaza, em 3 de dezembro de 2020 [Ali Jadallah/Agência Anadolu]

A organização israelense Shurat HaDin entrou com uma ação contra bancos e instituições de caridade do Catar exigindo US$ 360 milhões pelo suposto encaminhamento de dinheiro para o Hamas e a Jihad Islâmica, informou a Quds Press na quarta-feira (9).

Reportando o Ynet News de Israel, o site de notícias disse que o Shurat HaDin alegou que a Caridade do Catar canaliza dinheiro para o Hamas e a Jihad Islâmica, mostrando supostos documentos que provam que as transferências bancárias foram feitas do estado do Golfo para uma instituição de caridade do Hamas em Gaza e membros do Hamas.

A ação foi movida contra dez instituições de caridade e bancos do Catar, bem como a Autoridade Palestina, observando que a Caridade do Catar foi designada em 2008 por Israel como uma sociedade ilegal.

Shurat HaDin também afirmou que ramos da Caridade do Catar em Ramallah realizam transferências diretamente para membros do Hamas em Gaza.

Os bancos e as instituições de caridade visados podem ser forçados a suspender seus trabalhos ou ter seus fundos confiscados e contas fechadas como resultado do processo.

LEIA: ‘Gastamos US$ 1,4 bilhão na reconstrução da Faixa de Gaza’, diz Catar

Categorias
CatarNotíciaOriente MédioPalestina
Show Comments
Show Comments