Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Os EUA mostram-se “preocupados” com o uso de drones por grupos do Iraque contra as forças da coalizão

O general Kenneth F. McKenzie, do Corpo de Fuzileiros Navais, líder do Comando Central dos EUA, fala com jornalistas sobre a resposta militar aos ataques de foguetes que mataram dois militares dos EUA e um do Reino Unido no Iraque, em 13 de março de 2020 em Arlington, Virgínia [Chip Somodevilla/Getty Images]

O líder do Comando Central dos Estados Unidos, general Kenneth McKenzie, disse estar “preocupado” com o uso de pequenos drones por grupos armados para atacar bases militares no Iraque.

“Estamos vendo pressão de grupos militantes filiados ao Irã que querem nos expulsar do Iraque, e a última manifestação disso foi o uso de pequenos sistemas aéreos não tripulados, ou drones. Alguns deles são muito pequenos, outros são pequenos, outros um pouco maiores – tudo pode ser muito letal”, disse o general McKenzie a repórteres na segunda-feira, observando que as tropas americanas estão no Iraque a convite do governo iraquiano.

No domingo passado, a Célula de Mídia de Segurança do Iraque anunciou que interceptou e derrubou dois drones acima da base militar de Ain Al-Asad, que hospeda tropas americanas.

Nas últimas semanas, grupos armados no Iraque usaram drones para atacar bases do exército que hospedavam tropas estrangeiras, em um esforço para expulsá-las do país.

LEIA: Iraque e EUA concordam em retirada de tropas da coalizão, afirma Bagdá

Categorias
Ásia & AméricasEstados UnidosIraqueNotíciaOriente Médio
Show Comments
Show Comments