Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Democratas pedem liberação de US$ 75 milhões em ajuda dos EUA a Gaza

Presidente dos Estados Unidos Joe Biden na Casa Branca, Washington DC, 20 de maio de 2021 [Yuri Gripas/Abaca/Bloomberg via Getty Images]
Presidente dos Estados Unidos Joe Biden na Casa Branca, Washington DC, 20 de maio de 2021 [Yuri Gripas/Abaca/Bloomberg via Getty Images]

Cerca de 145 membros democratas do Congresso estão pedindo a um senador republicano importante que libere o controle de US $75 milhões em ajuda à Palestina.

Os legisladores, liderados pelo congressista Jamie Raskin, escreveram ao senador James Risch “para solicitar respeitosamente que libere dezenas de milhões de dólares em ajuda humanitária apropriada que é tão desesperadamente necessária para atender às necessidades de centenas de milhares de civis palestinos reconstruindo suas vidas após a luta entre o Hamas e Israel no início deste mês”.

Gaza está passando por uma catástrofe humanitária. Os prédios estão em escombros. O acesso à água potável e à eletricidade é esporádico ou inexistente. A insegurança alimentar está se espalhando. A covid-19 está se espalhando e milhares de pessoas foram deslocadas e ficaram desabrigadas. A crise é impressionante”, escreveram.

O senador Risch está supostamente por trás de uma retenção de US$ 75 milhões em ajuda aprovada pelo Congresso que o presidente Joe Biden quer enviar para ONGs que administram assistência humanitária na Faixa de Gaza e na Cisjordânia.

O pedido veio após a última rodada de ataques aéreos de Israel na Faixa de Gaza no mês passado.

Pelo menos 255 palestinos foram mortos, incluindo 66 crianças e 39 mulheres, e mais de 1.900 outros feridos em 11 dias de ataques aéreos israelenses no enclave sitiado.

Eles acrescentaram que a assistência seria fornecida em total conformidade com a lei dos Estados Unidos e administrada e supervisionada pelo governo dos Estados Unidos e por parceiros avaliados no local.

Os signatários da carta incluem o legislador democrata Alexandria Ocasio-Cortez e outros representantes progressistas, incluindo Rashida Tlaib e Ilhan Omar.

“Temos o prazer de apoiar o esforço do Representante Raskin e agradecemos a cada um dos 145 membros que assinaram a carta. O senador Risch deve liberar imediatamente seu controle sobre esta ajuda”, disse Hadar Susskind, presidente e CEO da Americans for Peace Now.

LEIA: Balanço de onze dias de bombardeio à Gaza

Categorias
Ásia & AméricasEUAIsraelNotíciaOriente MédioPalestina
Show Comments
Show Comments