Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Uruguai entrega novos arquivos da repressão e familiares de desaparecidos organizam marcha do silêncio

Registros históricos da repressão no Uruguai [Prensa Latina]

Novos documentos sobre a história da repressão, tortura e desaparecimentos no Uruguai foram encontrados e entregues às Mães e Familiares de Presos Desaparecidos. O material foi encontrado há uma semana no local chamado de Grupo de Artilharia Cinco, onde presos políticos da ditadura foram torturados entre 1972 e 1974.

De acordo com o jornal uruguaio  El País, são cinco livros e duas pastas com relatórios de inteligência e ordens de duas agências repressivas antes e depois do golpe de 1973, o Serviço de Informação e Defesa (SID) e o Coordenador de Operações Anti-Subversivo de Órgãos ( OCOA).

“Foram encontrados cadernos de voo na Força Aérea, entre outros. Este não é nem o primeiro e esperamos que não sejam os últimos”, disse um dirigente do grupo das Mães e Familiares, Ignacio Errandonea. Em declarações à imprensa, ele denunciou “a mentira sustentada das autoridades das Forças Armadas, de que não havia mais informação ”, e afirmou que : “Existem arquivos centrais de inteligência que ainda estão ocultos”,“existem arquivos centrais de inteligência que ainda estão ocultos”,

Convocatória da #MarchadelSilencio202

“Esse arquivo tem apenas 1600 folhas, é uma parte muito pequena, é algo escondido em um quartel, existem arquivos centrais de inteligência que ainda estão escondidos. Os arquivos apreendidos pela ex-ministra Azucena Berrutti têm mais de três milhões de páginas ”, disse Ignacio Errandonea.

Para o dia 20 de Maio, o grupo de  está convocando a  #MarchadelSilencio2021 que será realizada virtualmente reunindo registros através das hashtags #MarchadelSilencio2021 #MarchadelSilencioPresente #MayoMesdelaMemoria

LEIA: Uruguai pede fim da violência, mas condena Gaza

Categorias
América LatinaÁsia & AméricasNotíciaUruguai
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments