Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Bloco de países da Alba cobra medidas da ONU e se solidariza com a Palestina

Secretário executivo da ALBA-TCP, Sacha Llorenti
Secretário executivo da ALBA-TCP, Sacha Llorenti

A Aliança Bolivariana para os Povos do Tratado de Comércio dos Povos da Nossa América (ALBA-TCP) expressou hoje sua solidariedade com a Palestina e condenou os ataques de Israel na Faixa de Gaza e em Jerusalém Oriental.

Em nota divulgada por meio da rede social Twitter, o secretário executivo da ALBA-TCP, Sacha Llorenti, condenou a violência desencadeada pelas autoridades israelenses em meados do Ramadã e a ameaça de despejo de famílias palestinas no leste da Cidade Santa.

Também lamentou a morte de civis em Israel como resultado da intensificação dos combates.

O chefe do bloco de integração latino-americano reafirmou seu apoio à soberania, independência e autodeterminação do povo palestino, e instou aqueles que perpetuam a ocupação a cessarem suas ações e respeitarem o direito internacional.

LEIA: Organizações da América Latina pedem sanções para acabar com apartheid israelense

A Aliança também exigiu o cumprimento das resoluções relevantes da Organização das Nações Unidas na área do conflito israelense-palestino.

Ele afirmou que a única solução aceitável para a comunidade internacional é o estabelecimento dos dois estados nas fronteiras pré-1967, com Jerusalém Oriental como a capital da nação palestina.

A Alternativa Bolivariana para as Américas tem como principal objetivo integrar diversos países da América Latina e também do Caribe, que tem como base a ideologia de Simón Bolívar, e a intenção de ser uma alternativa em relação à ALCA (Área de Livre Comércio das Américas).Atualmente a ALBA é formada pela Venezuela, Cuba, Bolívia, Nicarágua e Dominica.

A ALBA-TCP exortou a ONU a adotar medidas urgentes para promover uma solução pacífica, abrangente, justa e duradoura para o conflito.

LEIA: Votação sobre acordos entre Brasil e Israel é adiada por pelo menos duas semanas

Categorias
América LatinaÁsia & AméricasBolíviaCubaNotíciaVenezuela
Show Comments
Show Comments