Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Estrela de Hulk e Os Vingadores pede sanções contra Israel

Mark Ruffalo, falando sobre o filme 'Thor: Ragnarok' no festival San Diego Comic Con International, no Centro de Convenções de San Diego [Gage Skidmore/Flicker]

O ator americano Mark Ruffalo, conhecido por interpretar o personagem Hulk nos filmes da Marvel, pediu ontem que os Estados Unidos apliquem sanções contra Israel e lançou uma petição na plataforma Avaaz tendo como alvo as empresas israelenses.

Ruffalo, estrela de “Os Vingadores”, tem engrossado o time de artistas globais, jogadores de futebol e pessoas famosas que têm condenado os ataques aos palestinos em Jerusalém e na Faixa de Gaza e pedem boicote ou punições a Israel até que ponha fim à ocupação, como a atriz israelense-americana Natali Portman que se manifestou em solidariedade aos palestinos.

O mais ativo militante pela causa palestina entre os artistas tem sido o ex-baixista do Pink Floyd Roger Waters. No dia 6, Ruffalo retuitou post da estrela do rock, em que chamava Israel de um estado de apartheid e denunciava os planos de despejo das famílias árabesque vivem no bairro Sheikh Jarrah, em Jerusalém.

O ator se manifestou no Twitter para denunciar que “1500 palestinos enfrentam expulsão em #Jerusalém. 200 manifestantes ficaram feridos. 9 crianças foram mortas.” e para lembrar que “sanções contra a África do Sul ajudaram a libertar seu povo negro – é hora de sanções contra Israel para libertar os palestinos. Junte-se à chamada. #SheikhJarrah. ”- pediu além, lembrando que Israel mantem uma guerra assimétrica contra os palestinos.

Sua petição no Awaaz acusa Israel de brutalidade racista e máxima crueldade na resposta aos protestos palestinos e pede “sanções às principais indústrias israelenses até que os palestinos tenham direitos civis plenos e iguais”.

Ruffalo costuma se manifestar em defesa de causas sociais e ambientais, pedindo reação internacional, e já criticou o governo de Jair Bolsonaro pelo desmatamento da Amazônia. “Os povos indígenas brasileiros querem saber: por quanto tempo o mundo vai sentar e assistir Jair Bolsonaro e seu eixo de ganância destruir nossas florestas e a esperança de um clima habitável?”

LEIA: Israel intensifica massacres em Gaza

Categorias
Ásia & AméricasEstados UnidosIsraelNotíciaOriente MédioPalestina
Show Comments
Show Comments