Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Propagação da leishmaniose alarma as áreas controladas pelo regime de Hama, na Síria

Atualmente, cerca de 6.500 pessoas na cidade de Hama sofrem com a doença que começou a se espalhar em meados de 2020

A incidência de leishmaniose (úlcera oriental) aumentou devido à infraestrutura precária e às más condições de saúde na cidade de Hama, que está sob controle do regime sírio.

Segundo fontes locais, conforme a Agência Anadolu, as condições de vida em Hama estão piorando devido à incapacidade do regime de coletar resíduos e encontrar uma solução para o problema da estagnação do fluxo de água para o rio Asi (que atravessa a cidade).

Atualmente, cerca de 6.500 pessoas na cidade de Hama sofrem de leishmaniose, que começou a se espalhar em meados de 2020.

Com a interrupção dos serviços hospitalares devido à crise de combustível e aos problemas econômicos que afligem o sistema, a população carece dos cuidados de saúde necessários.

Como resultado da imposição de sanções econômicas pelos Estados Unidos ao regime sírio e do controle da organização terrorista YBC/PKK de importantes fontes de energia, o país sofreu com a escassez de derivados de petróleo, o que levou à eclosão de uma crise de combustível durante o ano de 2020.

Vale ressaltar que a cidade de Hama, no centro do país, está sob o controle das forças do regime sírio desde o início da revolução síria.

A leishmaniose é uma doença de pele que se espalha em áreas quentes da bacia do Mediterrâneo e é transmitida aos humanos pelo mosquito-palha, que é um inseto de cerca de 3mm de comprimento que se ativa à noite e vive em locais úmidos; ele se alimenta de restos de plantas mortas e esterco de animais.

Na pele da pessoa afetada, manchas vermelhas se transformam em feijão vermelho e depois em um pequeno nó indolor coberto por uma crosta que pode ulcerar e inflamar, mas cicatriza após um ano e, se não tratado, deixa uma cicatriz deformada.

LEIA: Artista sírio pinta a dor de Idlib com areia

Categorias
NotíciaOriente MédioSíriaVídeos & Fotojornalismo
Show Comments
Show Comments