Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

ONU alerta que iemenitas em fuga enfrentam risco de fome

Os pacientes recebem tratamento médico em um hospital em Sana'a, Iêmen, em 1º de abril de 2019. [Mohammed Hamoud/Anadolu]
Os pacientes recebem tratamento médico em um hospital em Sana'a, Iêmen, em 1º de abril de 2019. [Mohammed Hamoud/Anadolu]

Agências da ONU expressaram alarme hoje com a intensificação dos confrontos na região de Marib, no Iêmen, e disseram que o número crescente de pessoas deslocadas está à beira da insegurança alimentar, conforme reportagem da Anadolu.

“A Organização Internacional para as Migrações está observando com crescente alarme o aumento do número de pessoas deslocadas no Iêmen, aumentando as já grandes preocupações de segurança alimentar lá”, disse o porta-voz da OIM, Paul Dillon.

“As hostilidades no governo de Marib, no Iêmen, levaram ao deslocamento de pelo menos 9.000 pessoas nas últimas semanas, elevando o número total de deslocados naquela parte do país para mais de 117.000 pessoas”, disse ele em um briefing da ONU realizado em Genebra.

Dillon disse que os parceiros humanitários estimam que 385.000 pessoas correm o risco de mais deslocamentos se a linha de frente mudar.

A luta pode impactar centenas de milhares dos estimados três milhões de habitantes da cidade de Marib.

O mais recente epicentro da violência é Sirwah, um distrito montanhoso na governadoria de Marib.

“Só o distrito de Sirwah hospeda cerca de 30.000 pessoas deslocadas em 14 locais de deslocamento, três dos quais foram afetados diretamente pelos combates nas últimas semanas”, disse Dillon.

LEIA: Grupos de refugiados do Iêmen chegam à Somália

Categorias
IêmenNotíciaONUOrganizações InternacionaisOriente Médio
Show Comments
Show Comments