Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Irã começa a reduzir cooperação com inspetores da AIEA

Ministro de Relações Exteriores do Irã Mohammad Javad Zarif em Moscou, Rússia, 26 de janeiro de 2021 [Ministério de Relações Exteriores da Rússia/Agência Anadolu]
Ministro de Relações Exteriores do Irã Mohammad Javad Zarif em Moscou, Rússia, 26 de janeiro de 2021 [Ministério de Relações Exteriores da Rússia/Agência Anadolu]

O Ministro de Relações Exteriores do Irã Mohammad Javad Zarif anunciou nesta terça-feira (23) que Teerã começou a reduzir sua cooperação com os inspetores da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA).

Em dezembro, o parlamento iraniano aprovou a chamada Lei de Ação Estratégica para Suspender Ações e Proteger os Interesses Nacionais, que proíbe o governo de implementar medidas voluntárias conforme o acordo nuclear de 2015, assinado com potências globais.

A lei entrou em vigor ontem, em resposta à decisão de Washington de revogar unilateralmente o acordo em 2018 e restituir duras sanções contra Teerã.

Sob a nova medida, a república islâmica deve interromper “medidas voluntárias de transparência”, incluindo o chamado Protocolo Adicional, que permite aos inspetores da AIEA que visitem o país com alerta de pouca antecedência.

Além disso, o Irã não mais compartilhará registros de câmera de vigilância de suas instalações nucleares, como feito diária e semanalmente, conforme o acordo.

“Informamos oficialmente à AIEA, em 15 de fevereiro, que a lei entraria em vigor em 23 de fevereiro”, reiterou Zarif.

LEIA: Iran diz que o fim das inspeções instantâneas da AIEA não viola acordo nuclear

Categorias
AIEAÁsia & AméricasEstados UnidosIrãNotíciaOrganizações InternacionaisOriente Médio
Show Comments
Show Comments