Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Movimento BDS do Brasil participará do Fórum Social Mundial

Palestinos pedem boicote a bens israelenses em exibição de produtos nacionais realizada na Cidade de Gaza, 3 de dezembro de 2018 [Ashraf Amra/Monitor do Oriente Médio]
Palestinos pedem boicote a bens israelenses em exibição de produtos nacionais realizada na Cidade de Gaza, 3 de dezembro de 2018 [Ashraf Amra/Monitor do Oriente Médio]

O movimento brasileiro de Boicote, Desinvestimentos e Sanções (BDS) organizará, em parceria com a Frente em Defesa do Povo Palestino, duas atividades no Fórum Social Mundial (FSM) de 2021. Este ano, o FSM será online entre os dias 23 e 31 de janeiro.

No domingo (24), acontecerá um debate para esclarecer as diferenças entre antissemitismo e antissionismo. Os dois conceitos são frequentemente igualados de forma falaciosa pelo discurso propagandista sionista para criminalizar a resistência palestina à ocupação isrealente. O webinar “Antissionismo não é antissemitismo” terá participação da jornalista palestina Soraya Misleh e dois especialistas em relações internacionais, pesquisadores da questão Israel/Palestina, Reginaldo Nasser e Bruno Huberman. Acontecerá às seis da tarde, horário local, (21:00 UTC), com duração de 90 minutos.

No mesmo horário do dia seguinte, acontecerá o debate “Militarização no Brasil e na Palestina: a luta por Embargo Militar” com Juliana Siegmann, militante do BDS na América Latina, Gizele Martins, ativista do movimento de favelas do Rio de Janeiro, e Débora Maria, fundadora do movimento Mães de Maio.

A importância da formação da juventude para o futuro coletivo será tema da atividade “Juventudes criminalizadas: ações para liberdades do Brasil à Palestina”, dia 25 às nove horas da manhã. Será debatido o encarceramento em massa de crianças e jovens que são excluídas do acesso a condições básicas de subsistência e desenvolvimento pessoal na sociedade. Os convidados são o advogado de direitos humanos da Palestina, Khaled Kazmar, e a assistente social Camila Gebim.

LEIA: Fórum Social Mundial de 2021 terá forte presença palestina

As atividades estão inscritas nos eixos-temáticos “Guerra e paz”, “Democracia” e “Justiça social”, tendo o tema do racismo como eixo transversal.

O BDS é um movimento global inspirado na campanha de boicote que ajudou a pôr fim no sistema de Apartheid sul-africano. A campanha por liberdade, justiça e igualdade surgiu em 2005 como uma resposta a um chamado da sociedade civil palestina.

A questão palestina também será tema do painel “Ocupação, Apartheid e Lutas Palestinas por Justiça”, organizado pelo site Monitor do Oriente Médio, que acontecerá dia 24, às 9 da manhã (BRT).

Categorias
América LatinaÁsia & AméricasBDSBrasilFSMNotíciaOrganizações Internacionais
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments