Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Biden promete fim do apoio dos EUA à guerra saudita no Iêmen

Joe Biden, candidato à presidência dos Estados Unidos, em Wilmington, Delaware, 14 de setembro de 2020 [Drew Angerer/Getty Images]
Joe Biden, candidato à presidência dos Estados Unidos, em Wilmington, Delaware, 14 de setembro de 2020 [Drew Angerer/Getty Images]

Joe Biden, candidato democrata à presidência dos Estados Unidos, prometeu encerrar o apoio de seu país à intervenção militar da Arábia Saudita sobre o Iêmen, caso seja vitorioso nas eleições de novembro.

“Sob a gestão Biden-Harris, reavaliaremos nossa relação com o reino [Arábia Saudita], encerraremos o apoio dos Estados Unidos à guerra saudita no Iêmen e garantiremos que nosso país não abandone seus valores para vender armas e comprar petróleo”, declarou Biden em nota divulgada no site de sua campanha.

A guerra no Iêmen é um dos principais tópicos de debate sobre política internacional entre Biden e seu adversário, o candidato republicano e atual presidente Donald Trump.

Trump apoia Arábia Saudita e Emirados Árabes Unidos na investida militar sobre o território iemenita, em troca de volumosos acordos de venda de armas.

Organizações internacionais de direitos humanos reiteradamente condenam o papel de Washington na guerra no Iêmen e sua incessante venda de armas à Arábia Saudita e Emirados, que instrumentalizou graves violações humanitárias na região.

LEIA: Todos os lados no Iêmen cometeram crimes de guerra, afirma relator da ONU

Categorias
Arábia SauditaÁsia & AméricasEstados UnidosIêmenNotíciaOriente Médio
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments