Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Dia 5/09, latino-americanos e palestinos debatem custo da anexação da Cisjordânia

Vista do assentamento ilegal conhecido pelos israelenses como "Pisagot" (em segundo plano) e a cidade palestina de Al-Birehm de Ramallah, na Cisjordânia. Foto de 9 de dezembro de 2010 [Issam Rimawi / ApaImages]
Vista do assentamento ilegal conhecido pelos israelenses como "Pisagot" (em segundo plano) e a cidade palestina de Al-Birehm de Ramallah, na Cisjordânia. Foto de 9 de dezembro de 2010 [Issam Rimawi / ApaImages]

A ameaça de anexação da Cisjordânia por Israel, embora barrada por pressões internacionais no mês de julho, e teoricamente suspensa por acordo israelense com os Emirados Árabes Unidos, continua sendo motivo de preocupação palestina. O plano, segundo o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, foi suspenso, mas continua sobre a mesa. A ameaça já tem impacto sobre a vida dos habitantes da Cisjordânia, com o avanço das demolições, despejos e destruição de cultivos, mesmo em plena pandemia.

A crescente tomada de terras nos últimos anos e a ampliação acelerada de assentamentos ilegais ameaça também a preservação e a eficácia das leis e tratados na esfera da ONU, constantemente violados por Israel, sem qualquer responsabilização. e por isso, preocupa lideranças parlamentares em todo mundo, que vêm se coordenando em defesa do Direito Internacional e em solidariedade com o povo palestino.

Essas lideranças integram a Associação de Parlamentares por Al Quds (Jerusalém), uma liga internacional voltada a coordenar estratégias legislativas e políticas que reforcem a solidariedade dos países com o povo palestino sob ocupação israelense.

LEIA: Ignorar a Palestina é aniquilar o direito internacional

Vários parlamentares latino-americanos integram a associação e participam das iniciativas internacionais, discutindo ações possíveis para o fim da ocupação e da situação de apartheid que vivem os palestinos.

No dia 05 de setembro, a Associação de Parlamentares por Jerusalém e o Fórum Latino-Palestino promoverão um debate entre deputados latino-americanos e colegas palestinos, integrantes da associação.

No dia 05 de setembro, a Associação de Parlamentares por Jerusalém e o Fórum Latino-Palestino promoverão um debate entre deputados latino-americanos e colegas palestinos, integrantes da associação.

Serão debatedores os parlamentares Bairon Valle Pinargote, do Equador; Julia Perié, do Mercosur-Argentina; Sergio Gahona, do Chile; Maria Perez, do México; e os palestinos Jihad Abu Zind, do Conselho Legislativo da Palestina e o diretor-geral da liga, Makram Balawi. O debate em espanhol terá algumas falas traduzidas a partir do árabe por Muhammad Saram e moderação de Fábio Bosco, do Fórum Latino-Palestino.

A proposta desse encontro é discutir “o custo da anexação” da Cisjordânia e Vale do Jordão para os palestinos, dentro de um cenário em que as perdas vão além dos territórios para mexer também com ambiente geopolítico em que a unidade do mundo árabe em torno da questão palestina é ameaçada pela estratégia conjunta de Estados Unidos e Israel.

A atividade será realizada pela plataforma zoom, a partir das 14h – horário da Argentina e do Brasil – de 05 de setembro e transmitida às pelos canais do Fórum Latino-Palestino e Amigos de Palestina.

Para mais informações, clique aqui

LEIA: É hora de acabar com a impunidade de Israel

Categorias
ArgentinaÁsia & AméricasChileEAUEquadorIsraelMéxicoNotíciaOriente MédioPalestina
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments