Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Príncipe saudita é convocado pelos EUA sobre tentativa de assassinato de agente

Príncipe herdeiro da Arábia Saudita Mohammad bin Salman em Islamabad, Paquistão em 17 de fevereiro de 2019 [Bandar Algaloud / Agência Anadolu]
Príncipe herdeiro da Arábia Saudita Mohammad bin Salman em Islamabad, Paquistão em 17 de fevereiro de 2019 [Bandar Algaloud / Agência Anadolu]

O Tribunal Distrital de Columbia emitiu uma intimação para o príncipe saudita Mohammed Bin Salman sobre a tentativa fracassada de assassinato do ex-oficial de inteligência Saad Al-Jabri, que vive em um local secreto no Canadá.

Al-Jabri acusa Bin Salman de ter enviado uma equipe conhecida como ‘Tiger Squad’ para assassiná-lo no mesmo estilo do jornalista saudita Jamal Khashoggi, que foi brutalmente esquartejado no consulado do reino em Istambul em 2018.

O tribunal também convocou 13 oficiais sauditas, incluindo o ex-vice-diretor de Inteligência Ahmed Al-Asiri e o ex-conselheiro da corte real Saud Al-Qahtani, que também esteve envolvido no assassinato de Khashoggi.

Al-Jabri, que vive sob maior segurança em um local secreto na área de Toronto, afirmou que seus laços estreitos com a comunidade de inteligência dos EUA e o profundo conhecimento das atividades do príncipe o tornaram um dos alvos principais do aspirante a monarca, informou a Al Jazeera.

De acordo com o processo, o esquadrão de ataque tentou entrar no Canadá usando vistos de turista e um visto diplomático, duas semanas após o assassinato de Khashoggi, mas foi impedido de entrar e deportado.

LEIA: Ex-oficial da inteligência saudita sob segurança reforçada no Canadá após novas ameaças

Categorias
Arábia SauditaÁsia & AméricasCanadáEUANotíciaOriente Médio
Show Comments
Show Comments