Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

ONU: 5.1 milhões de iemenitas carentes vivem em áreas inacessíveis

Crianças iemenitas enchem galões de plástico com água potável, distribuída por entidades voluntárias, na aldeia de Madhbah, em Sana’a, Iêmen, 1° de abril de 2019 [Mohammed Hamoud/Agência Anadolu]

Cerca de 5.1 milhões de iemenitas em necessidade de auxílio vivem em áreas de difícil acesso para as organizações humanitárias, relatou o Escritório das Nações Unidas para a Coordenação de Assuntos Humanitários (OCHA) no país, em publicação no Twitter.

A ONU tem reiterado reclamações sobre as dificuldades encontradas pelas equipes de campo na tentativa de alcançar certas áreas e sobre as frequentes obstruções à entrega de auxílio.

De acordo com relatórios anteriores, quase 24 milhões de iemenitas – cerca de oitenta por cento da população – estão em situação de necessidade de assistência humanitária, sendo que milhões estão em risco de passar fome.

A miséria no Iêmen é mantida pelo estado de guerra civil desde 2014, quando rebeldes houthis tomaram grande parte do país, incluindo a capital Sanaa.

Em 2015, a Arábia Saudita e seus aliados árabes lançaram uma campanha aérea massiva com o objetivo de reverter os ganhos militares houthis e dar apoio ao governo sitiado do Iêmen.

Conforme informações oficiais da ONU, mais de 50.000 pessoas foram mortas na guerra e mais de onze por cento da população do país foi deslocada.

 

Categorias
IêmenNotíciaONUOriente Médio
Show Comments
Show Comments