Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Maioria das crianças atacadas por Israel reside em Jenin, Cisjordânia ocupada

Menina palestina em frente aos destroços de sua casa, demolida por forças israelenses, na cidade de Jenin, Cisjordânia ocupada, 14 de fevereiro de 2022 [Issam Rimawi/Agência Anadolu]

Israel intensificou violações contra crianças palestinas nas terras ocupadas da Cisjordânia e Jerusalém Oriental, desde o início do ano. A maioria das vítimas reside em Jenin, cidade ao norte da Cisjordânia, reportou a Defesa Internacional da Infância (DCI).

Segundo um relatório da ong, tropas israelenses mataram seis menores, feriram outros seis e demoliram seis casas como punição coletiva somente em Jenin.

Desde janeiro, quinze menores foram mortos por forças israelenses nos territórios ocupados.

Dentre as vítimas de Jenin: Amjad Walid Hussein Fayed, Muhammad Akram Ali Abu Salah, Muhammad Hussein, Muhammad Qassem e Sanad Muhammad Khalil Abu Attia, 16 anos; Shawkat Kamal Shawkat Abed, 17 anos.

Segundo o DCI, em 13 de fevereiro, um franco-atirador israelense executou Muhammed Abu Salah com um disparo no olho, na aldeia de al-Yamoun, na região de Jenin.

“Forças israelenses mataram a tiros Sanad Mohammad Khalil Abu Atiya em 31 de março, enquanto ele tentava ajudar um homem ferido”, prosseguiu o relatório.

Muhammad Qassem foi morto em abril com um tiro no estômago. Shawkat Abed também foi atingido no abdômen, por um disparo de longa distâncio menos 25 metros de distância.

LEIA: Colonos israelenses são presos por vandalizar café palestino durante Marcha da Bandeira

Categorias
IsraelNotíciaOriente MédioPalestina
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments