Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Terremoto deixa mil mortos e 1.600 feridos no Afeganistão

Localização do Paquistão, áreas controladas pelo governo do Paquistão são mostradas em verde escuro. [wikipédia]

Um terremoto matou mais de mil pessoas e feriu quase 1.600 vítimas no leste do Afeganistão, reportaram fontes oficiais nesta quarta-feira (22).

“Mais de mil pessoas faleceram e 1.500 ficaram feridas na província de Paktika”, confirmou o Departamento de Informação e Cultura à agência de notícias Bakhtar. Segundo os relatos em campo, a mortalidade deve subir ao passo que avançam as operações de resgate nos distritos de Gayan e Barmal; dezenas de feridos permanecem em estado crítico.

Na província de Khost, ao menos 29 pessoas morreram e 95 ficaram feridas. O total de baixas no Afeganistão é estimado, até então, em 1.029 mortos e 1.595 feridos.

Paktika e Khost foram as províncias mais atingidas. Centenas de casas foram destruídas pelo terremoto de magnitude 6.1 na escala Richter.

Maulvi Sharafuddin, vice-ministro regional para gestão de desastres, afirmou previamente que 218 pessoas morreram e 300 ficaram feridas somente no distrito de Giani.

“Tenho relatos trágicos de minha província de Paktika, onde centenas de pessoas morreram e foram feridas por abalos devastadores”, declarou no Twitter o policial Khalid Zadran, radicado na capital Cabul. “Casas foram destruídas e pessoas permanecem sob os escombros”.

“Equipes de resgate de Cabul chegaram à área e as operações estão em curso”, acrescentou. “Todas as organizações devem concentrar seu apoio a Paktika”.

Oficiais do Talibã também solicitaram assistência imediata nas áreas afetadas.

Vídeos e fotos da devastação viralizaram nas redes sociais.

 

Categorias
AfeganistãoAgência AnadoluÁsia & AméricasNotícia
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments