Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Conversas com Turquia sobre entrada na OTAN ‘levarão tempo’, afirma Estocolmo

Primeira-Ministra da Suécia Magdalena Andersson durante reunião com o Presidente da Finlândia Sauli Niinisto e a Presidente do Congresso dos Estados Unidos Nancy Pelosi, em Washington, em 19 de maio de 2022 [Drew Angerer/Getty Images]

A Primeira-Ministra da Suécia Magdalena Andersson reportou nesta segunda-feira (23) que as negociações com a Turquia sobre uma nova expansão da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN) “levarão algum tempo”.

Andersson reiterou à imprensa local que as conversas continuam “sem interrupção”.

“Tive um encontro bom e positivo com o Presidente [Recep Tayyip] Erdogan no fim da última semana”, prosseguiu Andersson. “Os encontros bilaterais e tripartites entre Turquia, Suécia e Finlândia continuarão na próxima fase”.

Contudo, Andersson advertiu para a possibilidade de demora e alegou aguardar “ansiosamente” por novas negociações com a Turquia.

Na última quarta-feira (18), Suécia e Finlândia requereram formalmente sua entrada na OTAN, mas Ancara expressou oposição devido à posição dos países escandinavos sobre o Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK), considerado terrorista por Turquia, Estados Unidos e União Europeia. Todos os membros da OTAN — incluindo Ancara — podem vetar uma nova filiação.

Ao justificar sua objeção à ampliação da coalizão armada, Erdogan insistiu que nenhum dos países demonstram postura explícita contra as “organizações terroristas”, em referência ao movimento curdo e seus afiliados.

LEIA: Por que a resistência ucraniana é celebrada, mas a dos palestinos é condenada?

Categorias
Europa & RússiaFinlândiaNotíciaOrganizações InternacionaisOTANSuéciaTurquia
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments