Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

OLP condena apelos para transferir trabalho da UNRWA a outras entidades

Palestino carrega no ombro sacos de farinha recebidos da Agência das Nações Unidas de Assistência e Trabalho (UNRWA) em Gaza em 29 de janeiro de 2020 [MAHMUD HAMS/AFP/Getty Images]

Ahmad Abu Houli, oficial da Organização para a Libertação da Palestina (OLP) repudiou neste domingo (22) apelos de alguns países para delegar serviços da Agência das Nações Unidas de Assistência aos Refugiados da Palestina (UNRWA) a entidades internacionais.

“A OLP repudia absolutamente qualquer tentativa de impedir o trabalho da UNRWA ou delegar seus poderes a países anfitriões ou ao Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR)”, declarou Houli, ao comentar sobre os planos de “integração” da agência.

Países escandinavos recentemente sugeriram tornar a UNRWA uma agência independente, sob supervisão de programas externos como o Banco Mundial, sob pretexto de “controlar os gastos e a contratação arbitrária de funcionários”.

Alemanha e França expressaram apoio à integração da agência ao ACNUR, enquanto outros países europeus recomendaram subjugá-la aos ministérios dos estados anfitriões.

Em resposta, o gabinete de imprensa da UNRWA confirmou que a sugestão seria debatida durante “a próxima reunião do comitê consultivo, marcada para junho, em Beirute”.

LEIA: Ao reformular a UNRWA, Washington destrói os alicerces de uma paz justa na Palestina

Categorias
Ásia & AméricasEstados UnidosIsraelNotíciaOriente MédioPalestina
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments